Unifeb inaugura elevador fabricado por alunos

Investimento foi de apenas R$12 mil, que representa 10% do valor de um elevador comercial

A reitoria do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb) inaugurou, nesta quinta-feira, dia 20, no Teatro Jorge Andrade, um elevador  horizontal, fabricado por  um grupo de alunos do curso de engenharia elétrica, e também plataforma a fim de garantir a acessibilidade de cadeirantes, idosos, gestantes e pessoas com mobilidade reduzida no Teatro Jorge Andrade.   A solenidade contou com a presença da reitora - Sissi Kawai Marcos, pró-reitora de graduação – Fernanda Scarmato de Rosa, pró-reitora de Extensão e Cultura – Maria Paula Barcellos de Carvalho, superintendente de Administração e Finanças - José Everaldo Vanzo, diretora geral da Associação Barretense Vida Nova (Abavin), Maria Augusta Vilarinho, professor responsável pelo projeto – Marcos Nepomuceno, alunos que fabricaram o elevador e alunos dos cursos de engenharia oferecidos pela instituição.


Instalado na entrada de acesso ao teatro da instituição, o elevador de plano inclinado que se movimenta horizontalmente é automatizado e conta com todos os requisitos de segurança. Sob a coordenação do professor Marcos Nepomuceno, sete alunos atuaram em todas as fases do projeto,  da formatação ao desenvolvimento de parte mecânica e elétrica do elevador. Nepomuceno destacou que o projeto visou, prioritariamente, garantir o acesso a alunos e visitantes de forma igualitária ao teatro, uma vez que o local conta com dezenas de degraus no trajeto que acessa o palco. O investimento para o equipamento também desafiou o grupo que conseguiu construir o elevador com cerca de R$ 12 mil, que representa aproximadamente 10% do valor de um elevador comercial. 


Na oportunidade, a reitora da instituição - Sissi Kawai Marcos, falou sobre a execução do plano para adequação da instituição à acessibilidade, citando a instalação de pisos táteis, sinalização e outros equipamentos, falou da importância de habilidades trabalhadas no projeto como trabalho em equipe, visão empreendedora, concepção do projeto, habilidade de gerenciamento e liderança, e destacou a importância dos engenheiros para a sociedade, “O professor Marcos apresentou solução diferenciada, viável e com efetiva participação dos alunos, e é essa a proposta da nossa instituição. Aproveito também e proponho a reflexão sobre a importância do engenheiro para a sociedade, pois ele é fundamental para resolver problemas”, disse.


A diretora geral da Associação Barretense Vida Nova (Abavin), Maria Augusta Vilarinho, destacou a importância da adequação para a comunidade, “Não existe acessibilidade sem inclusão, fico feliz em ter, em Barretos, um teatro com acessibilidade garantida”, disse. 


Também presentes na solenidade, os alunos Fabrício Lemos e Luiz Paulo Justino elogiaram a iniciativa. “Desde quando comecei a fazer faculdade, o Unifeb me impressiona pelo acolhimento e carinho com os alunos”, disse ao utilizar o elevador. 


O elevador foi confeccionado pelos alunos Ana Gabriela, Claudio Roberto, Gabriel Solanich, Otávio Barbosa, Rômulo Luiz, Weliton Seconeli e Vitor Aiello, sob a coordenação do professor dos cursos de engenharia Marcos Nepomuceno.


Conheça mais sobre o projeto no Youtube



Compartilhe esta notícia:

Postagens recentes

UNIFEB aplica prova presencial do Vestibular/2023 neste próximo domingo

Os candidatos concorrem a vagas nos 18 cursos de graduação disponíveis no Centro Universitário Acontece neste doming...

Feira de Profissões do UNIFEB reúne alunos do 3º ano do Ensino Médio de Barretos e região

A expectativa é que até o final do evento mais de 2 mil alunos visitem o campus do Centro Universitário Já começou a...

Professora do UNIFEB participa de congresso em Portugal e apresenta trabalho sobre nutrição de equinos

A zootecnista Gabriela do Vale Pombo leciona nos cursos de Zootecnia e Medicina Veterinária do Centro Universitário...

UNIFEB promove ações de conscientização em sintonia com o Setembro Amarelo

Com o lema “A vida é a melhor escolha!”, o Centro Universitário desenvolveu atividades de prevenção ao suicídio Nest...