Docentes dos cursos de engenharia concluem mestrado e elevam titulação de corpo docente do Unifeb

Mais dois professores dos cursos de engenharia do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB), concluíram mestrado na área de engenharia civil, na  Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), elevando a porcentagem de especialistas, mestres e doutores, que compõem o corpo docente da instituição. Caio de Oliveira Nunes e Paulo Roberto Moreira Monteiro defenderam dissertações durante o segundo semestre deste ano, abordando ostemas“Caracterização e Proposta de Mitigação das Patologias em Sistemas de Combate a Incêndio por Hidrantes por falta de Manutenção” e  “Produtividade da Mão de Obra na Execução de Instalações Prediais, Hidráulicas e Sanitárias”, respectivamente.

Gestão, Tecnologia e Sustentabilidade é a linha de pesquisa dos docentes do Centro Universitário. Em seu trabalho, Caio Nunes realizou diagnóstico de patologias em edificações, analisando sistemas prediais de combate a incêndio por hidrantes. Na amostra estudada em sua dissertação, o docente identificou como principais causas de patologias a falta de manutenção, que chega a 44%, furto de partes componentes 35%, e falhas de execução e projeto com 21 %. Como medidas de mitigação ele pontou a necessidade de realização  de um plano de manutenção de acordo com as exigências normativas, prescrição técnica por parte dos projetistas na fase de aprovação dos projetos técnicos no Corpo de Bombeiros, também treinamento constante dos responsáveis e administradores destes sistemas, que são responsáveis diretos pelo seu funcionamento. Já o professor Paulo Roberto Moreira Monteiro, que também defendeu dissertação de mestrado na UFSCAR, analisou em seu trabalho a gestão dos recursos de material e mão de obra e identificou perdas relevantes em virtude da grande carência de melhores ferramentas de gestão e pouco uso de tecnologias construtivas adequadas. Em sua tese, o professor apurou altos índices de perdas destes recursos, sendo 35 % em média de material e mais de 70% de perdas de produtividade da mão de obra na construção civil. “É preciso analisar todas as demandas das edificações para diminuir as perdas, ser mais eficiente e melhorar o desempenho da insdústria da construção civil”, destacou.

A coordenadora e vice-coordenadora do curso, Paula Cacoza Amed Albuquerque e Aparecida Fátima Simão de Lima Araújo, respectivamente, enfatizaram sobre a importância da atualização constante do corpo docente da instituição. “O aprimoramento profissional do corpo docente, a busca de novos conhecimentos e avanços tecnológicos valorizam o ensino e aprendizado dos nossos alunos os capacitando ainda mais para o mercado de trabalho”, finalizou a vice-coordenadora Aparecida Fátima Simão de Lima Araújo.
Atualmente o corpo docente do Unifeb conta com mais de 90% de professores com títulos de mestres e doutores. Confira mais informações na página da instituição, no site do Unifeb .  


Postagens recentes

Cursinho social do UNIFEB realiza primeiro simulado pré-vestibular

Os alunos do cursinho social do UNIFEB realizarão no próximo sábado 23/06 o primeiro simulado pré-vestibular do ano. A p...

UNIFEB realiza IV Simpósio da Química tecnológica

O curso de Química Tecnológica realizou nos dias 18 e 19 de junho o IV Simpósio Celebrando a Química. O evento comemorou...

Aluno do UNIFEB conquista mestrado na UNESP

O Aluno Higor Oliveira Alves, recém formado em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário da Fundação Educacional de...

GAMPE promove festa junina para todos os assistidos na Clínica Odontológica

O Grupo de Atendimento Multiprofissional à Pacientes com Necessidades Especiais, GAMPE, do curso de Odontologia do UNIFE...